"Passa seu Orkut ai, gatinha" 

picole-derretido:


Postado em 30/04/2012 às 19:31pm | 5204 Notes | via/Source | Reblog this

Postado em 30/04/2012 às 19:07pm | 2464 Notes | via/Source | Reblog this


Postado em 30/04/2012 às 19:02pm | 1464 Notes | via/Source | Reblog this

Postado em 30/04/2012 às 19:01pm | 2838 Notes | via/Source | Reblog this

Quando era pequeno minha reação ao ver duas pessoas se beijando era essa: 

mundodebesteira:


Postado em 26/01/2012 às 16:09pm | 10443 Notes | via/Source | Reblog this
foreveraloone:

O que você vê nessa foto?
(  ) Uma menina sorrindo normal para uma foto..

( x ) UM SER SENDO POSSUIDO PELO PODER DO BIGODE

foreveraloone:

O que você vê nessa foto?

(  ) Uma menina sorrindo normal para uma foto..

( x ) UM SER SENDO POSSUIDO PELO PODER DO BIGODE


Postado em 26/01/2012 às 16:08pm | 21747 Notes | via/Source | Reblog this

Postado em 26/01/2012 às 15:54pm | 7529 Notes | via/Source | Reblog this

querida-nostalgia:

(O telefone toca tarde da noite, às 3:28 para ser exata; ele atende.)

- Alô?

(Ao reconhecer a voz que está do outro lado da linha, seu coração aperta e o ar lhe falta. O tom da garota era dos mais tristes e dolorosos que ele já ouvira.)

- Oi , por favor não desligue; por favor escute o que tenho a lhe dizer. Eu sei, já fazem meses dede a última vez que nos falamos até agora e sei que na maioria das vezes, fora eu que lhe evitei e não ao contrário, mas… mas escute-me, entenda-me, não fiz de propósito, quer dizer, não com a intenção de magoá-lo. Não foi por amargura, por mágoa de ti ou por falta de amor à você. Pelo contrário, foi pelo excesso dele. Eu não suportaria ter que olhar para o seu rosto, olhar para seus olhos, sentir o seu perfume e o calor da tua pele tão próxima da minha sem poder tocar-te da mesma maneira que antes; sem brincar com suas mãos e bagunçar-lhe os fios de seu cabelo. Não suportaria ouvir a tua voz dizendo o meu nome em um tom tão frio comparado ao tom que utilizavas antes e muito menos observar os movimentos de tua boca sem poder esmagá-la contra a minha. Não conseguiria olhar para o teu corpo e distrair o desejo de ti que ressurgiria em mim; ouvir a tua risada e lembrar daquela época em que eu era o motivo delas, de um jeito bom e carinhoso. Não conseguiria reprimir as lágrimas que surgiriam ao lembrar de nós num passado tão bom e que agora, em um presente tão cruel, não signifique nada. Eu precisava te evitar, a todo custo. Precisava de um tempo me convencendo de que seria melhor para ambos, que ficarias bem sem a minha presença e que eu sobreviveria sem a tua…. mas a quem eu quis enganar? Desde que eu o convenci a partir, meu coração já não é o mesmo, os meus dias, aqueles que acostumaram com o tom de rosas que tu trazias contigo em um único sorriso, uma única palavra, agora estão pintados do pior e mais escuro tom de cinza que poderia existir. Meu peito dóis de saudades da sua presença e minha pele arde em saudade dos teus toques. Dos meus olhos surgem lágrimas e mais lágrimas de saudade dos seus olhos encontrando-os e um sorriso ali se abrindo, a minha boca torna-se seca logo ao amanhecer implorando por teus beijos. E a minha alma… e o meu coração… ah, meu bem, este encontra-se em um milhão de pedaços espalhados por todo o meu corpo. Mas, sabe meu anjo - ainda posso chamar-lhe assim, certo?-, durante todos esses meses eu estive reunindo coragem para realizar esta ligação e dizer-lhe que eu lembro, que eu sinto. Dizer-lhe que sinto sua falta e que ainda me lembro de todas as nossas conversas e todos os nossos momentos juntos como um casal, inclusive o último deles. Ainda me lembro das noites em que você se dirigia para a minha casa tarde da noite só para afugentar os meus medos e dizer que me amavas. Ainda lembro dos dias chuvosos em que o sofá da minha sala era o nosso refúgio e que ali assistíamos todos os filmes água-com-açúcar que nos vinha à cabeça. Eu ainda me lembro de você sendo meu e eu sendo sua e como isso combinava com nós dois, de como isso soava perfeito para nós, até nos momentos de discussões. Nosso relacionamento não foi perfeito, nem beirava a isso, era todo cheio de defeitos e falhas, mas mesmo assim… mesmo assim eu sinto falta de tudo isso, sinto falta de ti; sinto falta de nós dois. E tudo o que eu queria era…. Alô, ainda está ai?

(Silêncio)

- Alô?

- O que você queria?

(Suspiro)

- Tudo o que eu queria era ter você de volta.

(O silêncio que se seguiu perdurou alguns minutos)

- Minha pequena (ela sorri ao ouvir seu antigo apelido), posso lhe pedir um favor?

- Diga-me.

- Abre a porta para mim, está frio aqui fora e eu estou com vontade do teu abraço, com vontade de você.Marina Vieira (querida-nostalgia).


Postado em 26/01/2012 às 15:49pm | 142 Notes | via | Reblog this

dreamgirlhappy:

isso mata qualquer um 


Postado em 26/01/2012 às 15:38pm | 23098 Notes | via/Source | Reblog this

Postado em 26/01/2012 às 15:36pm | 54272 Notes | via/Source | Reblog this
1 2 3 4 5 »